sexta-feira, 24 de setembro de 2010

SOS - NINO II - Um brasileiro! Para onde vais??

São Paulo, 24 de setembro – 2010 – 17hrs - Tarde de garoa em São Paulo !
Agora há pouco estive na Favela Real Parque. Fui encontrar com nosso amigo corredor NINO. As fotos dizem por si, tragédia! A rua cheia de pessoas perambulando, sem saber o que fazer, havia uma fila para cadastro, onde encontrei NINO com a roupa de treino de hoje de manhã quando esteve no Parque do Ibirapuera. Logo me disse que saiu de casa estava tudo em ordem, mas, quando retornou.... Só cinzas.

Fomos até o barraco onde morava e tanto eu, quanto você leitor também encheria os olhos ao ouvir “Quando cheguei corri até minha casa, não vi mais nada,só escombros.. perdi tudo! Tentei ainda cavar com as mãos para achar alguma medalha de corrida e achei uma... mas, quando olhei em volta... nada mais eu tinha.! Nas mãos de NINo a medalha suja de cinzas.
Contente com minha presença ele disfarçava e dizia "A corrida me dá esperança! Vou recomeçar... Ainda tenho prestações da casas Bahia pra pagar do Fogão e de uma cama... Mas, perdi tudo mesmo!”

Leitores dá para perceber o quanto NINO é apegado as corridas? Mas, ao mesmo tempo, ele estava anestesiado pela situação, NINO ainda está em choque. Percorri com ele os escombros de seu barraco, até chegar no local vi muitos moradores chorando, desesperados. Perderem tudo... Documentos, casa.. Onde dormir? Onde ir?

É uma situação avassaladora ele disse: “De uma hora para outra... não sei o que fazer!” Nesse momento estávamos deixando a rua onde ele morava, sua mulher veio correndo em sua direção, veio do trabalho, os filhos estavam na escola. Desesperada, abraça NINO chorando e repete em convulsão.Só me sobrou a chaves de casa que estava no meu bolso. O que iremos fazer?!!

Para resumir, Nino está se virando, disse-me que sua esposa que é diarista irá levar os filhos para dormir na casa da patroa. Perguntei a NINO .. e Você? “Eu não sei ainda! Não quero sair daqui!” Abatido e ainda em choque Nino me afirmou categoricamente apontando um barranco com um monte de papelão molhado amontoado. “Esse papelão é meu, é  minha carteira, tudo que tenho está ai, preciso vendê-lo!” Logo perguntei para NINO, quanto vale ? ? Ele me disse: “Se não estivesse molhado seria uns 300 reais, mas assim não consigo nem 150 reais. É tudo que tenho!”

Sou jornalista desde 1986, e esse momento foi realmente muito triste pois jamais imaginaria uma tragédia dessas no meio da "tribo dos corredores". Ao perceber NINO, um homem como eu e você leitor, uma pessoa honesta prendendo sua dignidade no fruto de seu esforço, de seu trabalho, material reciclado que colheu na semana percorrendo as ruas do bairro. O seu monte de papelão molhado. NINO é um brasileiro, trabalhador, com filhos, estuda, tem esposa e gosta da Corrida, como eu, como você que está lendo essa coluna.
Com uma grande diferença sabemos onde iremos dormir hoje!

Convidei-o para minha casa... mas, ele não quis!
Sai de lá com a pergunta no ar: "Nino para onde vais?"
SOS Vamos ajudar o NINO!

Quem puder deposite qualquer quantia na conta pessoal dele:Banco do Brasil.






Corredor que levava à casa de Nino
 


Nino estava na fila para receber informações...
 

Escombros... o que sobrou do barraco de NINO


Nino aponta onde estavam as mobilias e  sua única medalha que restou!

Nino e seu patrimônio atual. 100 quilos de papelão, o
 fruto de trabalho de 1 semana.
  A família está bem mas eles perderam tudo....uma tragédia.
Nino observa desolado os barracos destruídos...

 Pedimos a colaboração de todos, com qualquer quantia.

 Banco do Brasil
 Agência: 1516-4
 Conta corrente: 7154-4


 Jose Cassio de Oliveira Santos (NINO)
CPF :  259 618 338 28
Até as 17 horas bombeiros ainda apagavam os focos do incêndio.

22 comentários:

Dona D disse...

Nossa Vicente! Ver isso me dá um aperto no coração!

Vou ajudar sim, e já pedi para outros amigos corredores que ajudem.

Anônimo disse...

Olá Vicente, muito triste a história de nosso irmão corredor...
Acabo de fazer um doc. Gostaria também de poder doar as medalhas que ele perdeu e eu tiver. Se vc conseguir levantar, por favor me passe. As 3.as e 5.as cedo estou ali em baixo da Marquise, em frente ao parquinho, onde vc passa e me cumprimenta. Abraços

Anônimo disse...

Caro Vicente

Sou treinador e tenhos alunos no Ibirapuera - vou solicitar a ajuda de todos.
Tão logo eu passe a eles o que aconteceu, procurarei entrar em contato com vc.
Caso vc não se importe, posso publicar as suas fotos no meu Blog - pode ser???
Luciano
LDK Assessoria Esportiva

Jorge disse...

---------\\\\|/---------

--------(@@)-------

-o--oO--(_)--Ooo-
Vicente realmente é triste essa história do Nino, vi a matéria dele na ESPN eu acho que foi ano passado, vou repassar esta msg para todos os meus contatos e se cada um ajudar um pouco vai aliviar esse sofrimento, vou fazer o depósito na segunda feira.
Um abraço,

Jorge Cerqueira
www.jmaratona.com

Superpinguim disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Superpinguim disse...

Oi Vicent!

Você é um reporter diferenciado, através de suas matérias você sencibiliza e mobiliza parte dos leitores, esse incêndio foi um sinal de alerta para que a população em geral volte a se preocupar com o próximo, nos últimos 10 anos nunca se construiu tanto em São Paulo nesse intervalo o aumento de moradias foi maior que o do crescimento da população, nós sabemos Vicent que existem milhares de casas e apartamentos vazios, as vezes por mais de 5 anos.
Da minha parte vou separar uma parte do pequeno lucro que tenho com as vendas da minhas fotos para ajudar o Nino e sua família, também vou divulgar sua postagem no Twitter, Facebook e Orkut.
Parabens pelo bom coração.
Abraços!

Wilson disse...

Realmente...muito dificil qdo perdemos algo que conseguimos com muita dificuldade.
Eu e a Andréia iremos colaborar tb...e divulgarei o link no meu site para mais ajuda...

Antonio C R Colucci disse...

#TamoJunto Parceiro!
Divulgando e ajudando!

Abraço
Até daqui a pouco!
Colucci

Anônimo disse...

Ola meu Querido..Vou te ajudar pessoalmente,em breve estarei ai com vc...Abraços

Thiago Melo disse...

Já fiz o depósito...vou divulgar também.
Thiago Melo
http://corredoraprendiz.blogspot.com/

Corridas e Maratonas disse...

OLa Vicente! Recebi a mensagem por blogueiros que aqui estao e com certeza estaremos nessa causa.

Pri

Carlos Gusmão disse...

Vicent, Boa Noite!

Fiquei comovido com a história do Nino, vou ajudar e aumentar a divulgação colocando um post no meu blog.

Parabéns pela iniciativa!

Yeda disse...

Vicente, que bom que vc publicou esta tragedia. Deu a oportunidade para ajudarmos.. Obrigada. Já ajudei e divulguei no meu blog.

pat camargo disse...

Vicent, cheguei no seu blog atraves do blog do Harry que postou no meu Twitter. Passei em frente a favela na hora do incendio e resolvi parar de lamentar e fazer alguma coisa. Atraves do Facebook e do Twitter consegui o apoio de muita gente e a Eliana Tranchesi da Daslu abraçou a causa e entrou com tudo. A Daslu esta arrecadando doações e ja conseguimos muita coisa. Nesse Domingo a loja do shopping Cidade Jardim fara uma açao grande pra ajudar a favela. Amanha de manhā estarei la e tentarei encontrar o Nino, ver o que podemos fazer por ele.
Se todo mundo ajudar a gente consegue reverter essa situaçao!
Obrigada

Abreutax disse...

A luta do Nino se tornou a luta de todos nós e creio qeu os #twittersrun atenderam ao pedido de SOS com as doações.
Ficamos muito sensibilizados com a história deste guerreiro.
Abraços
Parabéns pelo relato e iniciativa do apoio
@abreutax
http://abreutax.blogspot.com/

Teciane disse...

olá Vicent, vi a história divulgada no blog Correria, fiz uma transferência de 100 para a conta dele. Sei q não é mto, mas espero q possa ajudar o Nino. Fiquei mto tocada com a história. Teci (Macapá-AP)

Bruno Gelmi disse...

Não é muito e não dá para ajudar a todos, mas hoje eu ajudei o Nino e sua família com R$ 50,00. Espero que reconstruam sua vida rapidamente.

Marli disse...

Vamos ajudar sim...
é muito triste e confesso que me emocionei lendo seu relato...
Simbora ajudar o corredor NINO...
\o/simbora treinar
\o/ simbora correr
www.marlipalugan.blogspot.com
Twitter:@marlipalugan

Bruno Gelmi disse...

Não é muito e não dá para ajudar a todos, mas hoje eu ajudei o Nino e sua família com R$ 50,00. Espero que reconstruam sua vida rapidamente.

Anônimo disse...

Nino boa tarde amigo,com certeza nós estamos com você nesa sua história, conte conosco amigo, me passe seu telefone e o endereço que vc esta no momento que nós da Equipe vamos te ajudar.

" O CHORO PODE DURAR UMA NOITE, MAS A ALEGRIA VEM PELA MANHÃ"
Creia nisso que a vitória é certa em sua vida.
Valmir

Anônimo disse...

Nino boa tarde amigo,com certeza nós estamos com você nesa sua história, conte conosco amigo, me passe seu telefone e o endereço que vc esta no momento que nós da Equipe vamos te ajudar.

" O CHORO PODE DURAR UMA NOITE, MAS A ALEGRIA VEM PELA MANHÃ"
Creia nisso que a vitória é certa em sua vida.
Valmir
inormativopodium@yahoo.com.br

Benedito disse...

Depositei R$20,00. É pouco, mas se todos ajudarem . . .